5 de dez de 2010

Rabiscos

Nossas noites.

É noite,
brisa morna de primavera,
espalha no ar aroma sutil.
A luz do luar invade o nosso quarto,
como testemunha do nosso amor.
Minha pele suave e perfumada,
de encontro a seu corpo
fechos os olhos, um toque suave...
Tenho você ao meu alcance
sinto o sabor de teu beijo
o calor de  teu corpo,
junto ao meu.
Tuas mãos, inquietas,
deslizam pelo meu corpo
acariciando-o com ternura!
Despida de meus pudores,
entrego-me aos carinhos teus,
faco meus os teus desejos,
E neste bailado de corpos amantes
sou tua és meu...

Terê Carvalho