31 de jan de 2011

Se eu fosse...



Se eu fosse…

Se eu fosse Vento, passava por ti,
para afagar levemente os teus cabelos.

Se eu fosse Chuva, caía no teu rosto,
para escorrer ao longo de teu corpo.

Se eu fosse Luar, amava-te em silêncio,
numa noite quente de Agosto.

Se eu fosse Sol, beijava-te,
numa radiante manhã de Primavera.

Mas eu não sou o Sol nem o Luar,
Não sou a Chuva nem o Vento,
Sou apenas um Homem carente de amar
Que o faz só… em pensamento.

António Feliciano.


21 de jan de 2011

Amor Maduro

Amor Maduro

O nosso amor
é sem fronteiras,
não conhece barreiras
é pura sedução.
Quando nos amamos,
a lua no céu se faz cúmplice,
e as estrelas dançam
na mesma sintonia,
de nossos corpos amantes.
A natureza fica em festa,
abençoando esse momento
pleno de encantamento.
E nessa entrega intensa
seguimos eu e você,
eternamente acorrentados
a esse amor sem limites,
que não vê no tempo,
por nós já vivido,
o seu fim chegar...

  Terê Carvalho



8 de jan de 2011

Ah...Esse homem.


Ah!... Esse homem

Com seu jeito de menino
De olhar tímido e carente
Que fala coisas bonitas
E depois finge não falar
Foi chegando de mansinho
E tomou conta de meu coração
O seu beijo tem
Um que de safado
Sabor de pecado
Gostinho de quero mais
Ah!... Esse seu olhar tem segredos
Que me tira o sossego
E me faz sonhar
Que me venha esse homem
Mas que venha por inteiro
Para que eu possa amar.

 Terê Carvalho.