2 de ago de 2011

Camaleoa


Rotular-me...
Pura perda de tempo,
pois cada dia,
sou uma mulher diferente,
não me julgues,
nem tente entender-me,
por que...
Uma parte de mim é
brisa suave,
a outra...
tempestade de verão.
Uma parte de mim é,
pura emoção,
a outra...
toda razão.
Uma parte de mim é,
bandida, solta na vida,
a outra...
é recolhimento e solidão.
Sou mutante camaleoa,
de mim guarde apenas
o meu perfume...
Não tente me seguir,
sou como o vento
não tenho destino,
sou só um sonho
uma doce ilusão...

Terê Carvalho