20 de mai de 2012


Saiu o Semeador a semear
Semeou o dia todo
e a noite o apanhou ainda
com as mãos cheias de sementes.
Ele semeava tranqüilo
sem pensar na colheita
porque muito tinha colhido
do que outros semearam.
Jovem, seja você esse semeador
Semeia com otimismo
Semeia com idealismo
as sementes vivas
da Paz e da Justiça.
Cora Coralina

Poeta


Há meu poeta!...
esse seu versejar
tira-me o chão me faz levitar.
Sim... estas longe de mim,
mas ao mesmo tempo tão perto
e mesmo sem nunca
ter te encontrado,
sinto-te junto a mim
coisas de almas afins?
Teus versos são como mãos
que acariciam,
e no semear das letras
quando dizes que me ama,
deixo me envolver pela fantasia
de sentir os teus beijos,
acendendo meus desejos,
Nesta cumplicidade, somos amantes,
em doces vôos de poesia.

Terê Carvalho.