1 de abr de 2012

Rabiscos



Saudade.
 
Tarde preguiçosa;
Com ar de outono,
Quando derrepente,
Me bateu uma saudade de você
Sem medo me entreguei,
As recordações,
Revivi velhos sonhos,
Tão reais, tão nossos,
Há!... tempo feliz em que,
Eu era o seu tudo,
senhora absoluta,
Do seu prazer e de teu amor,
Mas... você se foi e só ficou,
A saudade do nosso amor,
Pra não pensar mais em você,
Vou enganar meu coração,
 fingir que te esqueci,
Se as lembranças,
Insistirem em voltar,
Vou dizer, foi só um sonho...
Acabou não volta mais.
Terê Carvalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário